Júri B&W 19

  • Brendan Ó Sé
    Brendan Ó Sé

    Brendan Ó Sé é um fotógrafo premiado em fotografia artística e fotografia de iPhone. Foi premiado fotógrafo de iPhone do ano em 2017. É de Cork, na Irlanda. Brendan fazia parte da Galeria Apple World com imagens captadas no iPhone 6 em 2015. A sua fotografia foi exposta em outdoors e cartazes em todo o mundo. Além de ganhar arrecadar diversos prémios em competições internacionais, é convidado a falar e expôr o seu trabalho em torno do mundo. Os seus workshops de fotografia de iPhone na Irlanda são extremamente populares, embora tenha realizado workshops no Chipre, Islândia, Tailândia, Malásia, Jacarta e Bali e Hong Kong. Usando o iPhone, ele tenta ver e criar de maneiras incomuns, resultando em únicas e impressionantes fotografias de rua.

  • Armineh Hovanesian
    Armineh Hovanesian

    Armineh nasceu em Paris, cresceu em Teerão e Boston, com um pouco mais de 2 anos de permanência em Lisboa. É uma fotógrafa agora radicada em Los Angeles, capturando momentos desde 2009. É uma das primeiras impulsionadoras do movimento de iphoneografia. Trabalha com as câmaras do iPhone 11 ProMax, Nikon F3/T e Sony ILCE-6000. Ganhou vários prémios e distinções pelo seu trabalho, que tem sido exposto em vários países: foi convidada pela iNstantes para uma exposição individual em Avintes, Portugal(2021); prémio Best in Show na exposição Forced Captivity organizado pelo New Era Museum (2017); prémio melhor fotografia do ano no concurso Lumiere Photography Awards (2016); é curadora de dois grupos no facebook do New Era Museum (NEM Hipstamatic and NEM Street); premiada como uma das 15 melhores fotógrafas na 7ª edição do concurso Julia Margaret Cameron dirigido a fotógrafas femininas (2015).  

  • Sukru Mehmet Omur
    Sukru Mehmet Omur

    Sukru Mehmet Omur é um cirurgião otorrinolaringologista que agora trabalha como fotógrafo mobile e artista a tempo inteiro. Escreve, também, sobre fotografia e vinho. Originário da Turquia, vive em Paris. Formou-se na escola de imagem CE3P em Paris e, até hoje, o seu trabalho de mobile foi apresentado em Paris, Indianápolis, Florença e Istambul.Mehmet gere vários grupos e páginas de arte e fotografia mobile no Facebook; o seu livro dedicado à fotografia de iPhone foi publicado em 2018. Já ganhou vários prémios de fotografia/arte mobile como o IPPA, MPA e o MIRA Mobile Prize.

  • Lara Jacinto
    Lara Jacinto

    Lara Jacinto é fotógrafa, vive e trabalha no Porto. Formou-se em design multimédia e em fotografia. Desenvolve sobretudo projetos de fotografia documental. Fotojornalista freelancer, colabora regulamente com imprensa portuguesa e estrangeira (Público, Monocle, der Zeit, Wall Street Jornal ...). Tem trabalhos publicados em Architectural Review, CNN, Spiegel, Lens Culture, C 41 magazine, Aint-Bad Magazine, Vice Italy and many others. Colabora com várias instituições: Volkswagen, C3 Creative Code and Content GmbH, LigthBox, Parachute, Made UK ...Assume a direção de comunicação da Skrei arq. Tem desenvolvido projetos individuais e coletivos. Tem exposto várias vezes em Portugal e no estrangeiro.

  • Claudia Contreras
    Claudia Contreras

    Fotógrafa, poeta, blogger e podcaster. Nasceu na Cidade do México, Contreras é autodidata no campo da fotografia. Participou em exposições coletivas em Monterrey, Tijuana, Milão, Itália, Paris, Porto, Portugal e também individualmente na estação de metro Pantitlán na Cidade do México, na Biblioteca Digital do Governo do Estado do México e no Centro Cultural Aliac. Faz parte do New Era Museum, um grupo composto por fotógrafos e artistas de todo o mundo. É curadora do grupo NEM Black & White. A sua fotografia é um discurso de luz, sustentado no contraste e na sombra. As suas obras são sempre críticas do mundo, irreverentes em em termos morais e provocativas no fundo.